O poder da Esmeralda!

Esmeraldas fazem parte da história do mundo. Algumas pedras tem cerca de 2,97 bilhões de anos. Desde a antiguidade, têm presença como pedras preciosas e desejadas. Diversas culturas almejavam ter essa pedra pelos mais variados motivos. O poder das Esmeraldas era querido para diversos cargos de poder.

 

Uma pedra que representa força, inspira e promove a paciência. Esmeraldas tem registros de milênios de anos, e geralmente sendo cobiçada e valorizada. Principalmente, por sua energia. Algumas sociedades usavam e ainda usam a pedra como auxiliadora em curas.

A pedra teve dois significados pelo seu nome. Na mitologia indiana, há relatos que a pedra se chamava  “marakata”. A palavra vem do sânscrito e significa “o verde que cresce nas coisas”. O nome que conhecemos teve origem de uma palavra antiga persa, mas vem do latim “smaragdus”, que significa “verde”. 

 

ESMERALDA NAS DIVERSAS CULTURAS

Há registros que mostram que as pedras já eram comercializadas na Babilônia cerca de 4000 a.C. A “rainha” do Egito, Cleópatra, tinha Esmeralda como sua joia favorita. Para ela, nas pedras reside a beleza e tinham capacidade de rejuvenescer a aparência. As minas que abasteciam a faraó ficavam no Alto Egito. Os egípcios acreditavam que Esmeraldas representava fertilidade e renascimento.

Já no ocidente, a referência mais antiga que se tem notícia das Esmeraldas é através de Aristóteles. O filósofo era extremamente fã da pedra e considerava que possuir uma podia ser benéfico em discursos e negócios. Segundo ele, elas acalmam, dão conforto, auxiliam na resolução de problemas e em vitórias. Para ele, era uma real preciosidade.    

 Contudo, os Incas e Astecas acreditavam que Esmeraldas eram pedras sagradas, e as honravam. A pedra está presente em algumas estátuas que a celebram. Na época, era chamada por eles de “Pedra da Terra”, e, assim como os egípcios, a associavam com fertilidade.

O imperador romano Nero, supostamente, utilizava gemas dela para observar as lutas de gladiadores. Ele achava que a cor o acalmava. Os romanos associavam Esmeraldas a deusa Vénus, deusa do amor.  A pedra seria uma espécie de amuleto contra infidelidade, e os casais de corações leais a teriam com uma cor mais vibrante. Também era relacionada à primavera e ao crescimento.

Na era medieval, tem relatos divididos sobre a Esmeralda. Cristãos a viam de forma negativa, a relacionando com Lúcifer. Ao mesmo tempo, a pedra compunha coroas da realeza. Mas era uma forma de manter as pessoas bem comportadas e sinceras. 

 

BENEFÍCIOS

Hoje, com todos os estudos e registros sobre a pedra, temos mais noção de seus benefícios. Esmeraldas são conhecidas como “pedras do amor bem sucedido”, mas têm poder em diversos aspectos. Podem ser consideradas como pedras de inspiração, infinita paciência, sabedoria.

A cor verde se relaciona com o quarto chakra, o cardíaco ou Anahata. Está na região central do corpo, no coração. As energias deste chakra estão concentradas em relações afetivas e no sangue.

Os benefícios da Esmeralda vem da sua vibração e grande integridade. Promove felicidade doméstica, lealdade, amor incondicional, parceria, amizade. Ela pode trazer o equilíbrio físico, emocional e mental. Estimula a cooperação quando usada por um grupo de pessoas, pois é capaz de possibilitar discernimento, e a verdade.

Além disso, acredita-se que a Esmeralda tenha poderes de regeneração e redescoberta. Isso resulta em uma ampliação da capacidade de aproveitar a vida plenamente. 

Acredita-se que a pedra também tem um poder de auxiliar em recuperações de doenças infecciosas. Seus propriedades se estendem a tratamentos de sinusites, reumatismos, diabetes, pulmões, coração, coluna vertebral, músculos, e até tumores malignos. Esmeraldas são propensas a desintoxicar fígados e melhorarem a visão. 

Por um lado mais espiritual, Esmeraldas elevam a consciência, estimula a busca pela sabedoria em planos mentais. É possível agregar a pedra em um trabalho de abertura de clarividência e combate a encantamentos ou trabalhos mágicos.

Indica-se o uso da pedra sobre o coração - por conta do chakra -, no braço direito, no dedo anelar ou mínimo. Algumas pessoas usam no pescoço por acreditarem que é capaz de prevenir epilepsia. Não é recomendado o uso constante da pedra por propiciar emoções negativas. Apesar de todos os seus benefícios, use-a pontualmente, durante algumas horas apenas.

EQUILÍBRIO

Uma pedra com tantos benefícios pode ser capaz de influenciar na sua energia. Por interagir diretamente com o chakra cardíaco, ela traz equilíbrio ao físico, mental e emocional. 

A Terracota Elements tem a nova coleção, Equilíbrio, que possui peças com Esmeralda. Uma forma de adequar, de forma estilosa, a pedra e toda a energia que ela tem. Os acessórios podem ser usados como amuletos.

Na coleção, existem colares com Esmeralda, para que você deixe a pedra próxima ao coração, como se indica usar. Ao mesmo tempo que esbanja elegância. Temos opções  de  brincos para combinar. 

Se ainda não conhece a coleção nova, visite nossa loja. Clique aqui e conheça Equilíbrio.

 

E aí, gostou do conteúdo? Escreva aqui nos comentários como você gosta de usar essa pedra preciosa.


Como encontrar inspiração no dia a dia?

Que tal encontrar inspiração nas pequenas coisas e levar isso para a vida? Inspire-se vivendo o agora e sentindo boas energias.

Viver nos dias de hoje pode ser muitas coisas, mas com certeza não é pacífico, estamos rodeados de informações e somos, o tempo todo, bombardeados por elas. Estamos sempre sendo chamados em nossos celulares, computadores, smartwatches e nos vários aparelhos que usamos durante o dia a dia para trabalho, lazer e outros afazeres.

 

Somos um só e mesmo assim temos que nos dividir entre diversas fontes de atenção e de informação, restando quase tempo nenhum para nos dedicarmos a outras tarefas ou para simplesmente “ser”. É engraçado, mas mesmo com tantos facilitadores para nossa vida (comparada há alguns anos atrás) parece que sobra cada vez menos tempo no fim do dia, nós estamos perdendo o contato com o simples ato de ser, de viver o momento, de olhar ao redor e de contemplar a beleza.

 

Isso pode ser um grande problema não só para nossa saúde mental, visto que estamos muito ansiosos e como os índices de depressão vêm crescendo na atualidade, mas também é muito ruim para nos inspirarmos e proporcionarmos momentos bons e felizes. Para te ajudar a se religar consigo mesmo e estabelecer um verdadeiro contato com o que há ao redor e com seu interior, traremos alguns pontos de mudança que podem ser, verdadeiramente, transformadores.

 

ABRA A MENTE PARA NOVAS OPORTUNIDADES

 

Você sente que está experimentando novos sentimentos e experiências? Se sua resposta é “não”, provavelmente sua mente já está desligada do agora, fechada para novas possibilidades e agindo de forma completamente passiva e mecânica, quase um “piloto automático". Isso é bem ruim! É quase como um estado letárgico, onde a gente não consegue sentir nada de verdade, é algo que pode propiciar sentimentos depressivos e apáticos.

 

Se você sente que isso pode estar acontecendo com você, existem formas de lidar com este estado de espírito. O mais fácil e acessível é recorrer às artes ou a belas paisagens, você pode encontrar pela internet alguns destes conteúdos ou se possível pode ir a museus, teatros, galerias ou viajar. Tal contato tem o poder de abrir sua mente para novas possibilidades, por exemplo, você já olhou o pôr do Sol e todas as cores que ele proporciona?

 

De acordo com estudiosos, como Keith Sawyer ou Constatine Stanislaski, esse tipo de experiência contemplativa aumenta nossa percepção e criatividade. Você pode usar isso em quaisquer circunstâncias e pode genuinamente perceber a beleza que o cerca. Stanislaski diz em seu livro “Preparação do Ator”: “Como fazer para levar um homem desatento a observar o que a natureza e a vida tentam lhe mostrar? É preciso, primeiro, ensiná-lo a olhar e a ouvir o que é belo. É um hábito que eleva o espírito e faz nascer sentimentos que deixarão profundos vestígios na sua memória afetiva.”

REALIZE SESSÕES DE ESTÍMULO

 

Outra forma de potencializar a criatividade e imaginação é estabelecer pequenas sessões de estímulo, elas consistem em estimular processos criativos, nos quais possam ser feitos desenhos, murais, colagens com fotos e assim em diante. É importante criar momentos de reflexão sobre o resultado do trabalho, interpretá-los e tentar entender o que aquilo diz sobre você e seus sentimentos. Lembre-se que toda a sessão deve ser livre, sem julgamentos, você deve se sentir livre para dar asas a sua imaginação, livre de qualquer restrição ou imposição.

FAÇA MUDANÇAS NA SUA ROTINA

 

A rotina pode ser um dos principais motivos para entrarmos no “piloto automático”, neste estado mental em que agimos de forma automatizada, sem dar valor àquilo que nos rodeia, e para mudar este estado de espírito, a mudança da rotina pode ser muito bem-vinda! E não precisa ser nada drástico, como pedir demissão. A mudança pode ser um novo trajeto para o trabalho ou casa, mudando a música que escutamos no dia a dia, reorganizando espaços e decorações, fazendo algo que não se está acostumado, como ir em um parque depois do trabalho ou ler um livro “diferente”. Todas estas simples atitudes tem o poder de gerar grandes insights e proporcionar sensações e experiências diferentes.

ENCONTRE O QUE GERA ESPAÇO NA SUA MENTE

Além de usar as técnicas já mencionadas, é interessante criar um “espaço” em sua mente para gerar novas ideias e amplificar a inspiração e a criatividade. Para isso você precisará fazer uma jornada íntima para descobrir que lugares, objetos, situações, fazem com que sua mente relaxe da rotina diária e das preocupações e propicie o movimento criativo. Você pode aprender a meditar, por exemplo, ou diminuir o tempo que passa nos eletrônicos. É importante dizer também que existem muitos cristais que propiciam o surgimento deste espaço, cristais como a Amazonita que ajudam na concentração e na inspiração, despertando-nos para o mundo exterior e interior.

Você provavelmente já entrou no “piloto automático", todos nós, alguma vez já entramos, é normal, o que só não deveria ser normal é nos mantermos de tal forma, isso pode ser muito prejudicial para nossa saúde mental. Felizmente, as pequenas mudanças e práticas descritas acima podem te ajudar a transformar sua vida e te fazer uma pessoa mais consciente, inspirada, feliz e criativa.


O que fazer quando o seu cristal quebra?

Quem tem o costume de utilizar os cristais no cotidiano sabe dos cuidados que devem ser tomados. O cristal é um ser vivo. Por isso a importância de conversar com eles, programá-los e purificá-los. 

 

A purificação, principalmente, é de extrema importância. Os cristais recebem, transmutam e transmitem energias. Se não são limpos, acabam absorvendo demais e passam, depois de um tempo, a não desempenhar seus poderes tão bem. 

Outros cuidados também devem ser tomados. Por exemplo, quando os cristais não estiverem em uso, é recomendado guardar em um pedaço de seda ou de veludo. Isso faz com que proteja contra emanações indesejadas ou até mesmo possíveis danos físicos. 

 

Mas, e quando quebram? Devo mantê-lo, tentar consertar?

 

Quebrar naturalmente

 

A maioria das pessoas acredita que se ele quebra naturalmente, é que a missão dele foi cumprida e está na hora dele descansar. A energia dele foi saturada, esgotada. O cristal aparece em sua vida não por acaso, vem com um propósito. 

Vivemos em uma constante mudança de energias e frequências. Os cristais influenciam e são influenciados por esse fluxo de vibrações. Então, a quebra do cristal pode ter sido uma proteção a alguma energia direcionada a você. Em vez de você ou sua aura absorverem uma energia que iria te desequilibrar, o cristal a absorve, te protege daquilo. 

A melhor opção é devolvê-lo a natureza, agradecendo. Esse processo pode ser feito colocando o cristal em um lugar com terra, como um vaso ou “plantado” debaixo de uma árvore. Ao fazer isso, agradeça o tempo que o cristal teve com você, a sabedoria, a proteção e a atividade dele. É um momento de humildade e gratidão.

Há quem relaciona os poderes e influência do cristal com o motivo da quebra. Por exemplo, a esmeralda é conhecida como “pedra do amor bem-sucedido”. Se ela quebrar, pode ser que a área romântica da sua vida, até a sua felicidade doméstica estariam sendo atacadas. Assim, levando a prestar mais atenção nos relacionamentos atuais.

Seguindo essa linha, o recomendado é adquirir um cristal igual ao que se rompeu. A quebra do cristal pode ser um sinal que reforços devem ser tomados perante aquela área que a energia dele age. Portanto, busque pela mesma pedra e a programe em forma de proteção. 

 

Quebrar de outra forma

Se, por acaso, o cristal quebrar de forma não natural, pode seguir o usando. Isso quando, durante o uso ou manuseio, cause uma pancada na pedra e ela venha a quebrar. Como houve uma interferência humana, ele não quebrou por saturar a energia.

 

Existem ainda algumas outras situações diferentes envolvendo os cristais que podem acontecer e tem explicações.

 

O cristal caiu, mas não quebrou

Durante o uso dos cristais, há energias diferentes fluindo, sendo transmutadas. Se o cristal cai, repentinamente, e não quebra, pode ser um sinal para reforçar a sua atenção. A mesma ideia de quando um cristal específico quebra vale aqui. Analise o propósito daquela pedra, identifique a cor e em qual chakra ela atua. 

O azul, geralmente, é relacionado à comunicação, expressão. Os verdes estão conectados ao chakra cardíaco, podendo representar saúde ou amor. Cristais violeta são mais ligados ao espiritual. Seja qual for, pesquise a respeito da pedra que caiu e tente interpretar o que ela está tentando te avisar. 

 

O cristal trincou

Às vezes, ocorre de um cristal límpido, transparente, se tornar trincado. O significado disso é que ele está trabalhando intensamente para você ou para o ambiente em que está inserido. 

Pense na programação que você fez no cristal. Se ele está trincando, é porque está trabalhando em favor daquilo.

Neste momento, é essencial lembrar da importância da purificação. O cristal está em um trabalho árduo de energias, ele precisa de um alívio. Fazer a purificação envolvendo a natureza, como a luz lunar ou solar, pode ser a melhor opção para este cristal. No caso do trincado, tente fazer essa limpeza em períodos menos espaçados do que o de costume.   

 

O cristal sumiu

Caso isso nunca tenha acontecido contigo, acredite, é normal. Sabe quando você tem certeza que colocou seu cristal em um lugar específico e ele some? E então aparece em um local que não tinha a menor possibilidade de estar? Pois é! Existe explicação para isso também. 

Os cristais, além de serem seres vivos, são interdimensionais. Eles tem o poder de se comunicar entre as dimensões, e podem “caminhar” entre elas. Neste momento, é necessário praticar o desapego. Alguns voltam, outros não. 

Se seu cristal sumiu, é porque ele tinha que sumir, tinha que ir para outra dimensão. Nada é por acaso, então desapegue do físico e agradeça pelo o que o cristal fez com suas energias. Assim como dito acima, eles tem missões que não cabe a nós entendê-las completamente. 

 

Os cristais são seres vivos e independentes. Cada um com sua missão que temos capacidade ou não de entender. Eles são repletos de sinais, cabe a nós tentar interpretar, sempre com muita gratidão, o que esses seres têm a nos ensinar.  

 

E aí, gostou do conteúdo? Conta aqui nos comentários se algum cristal seu já quebrou e o que você fez.


Equilíbrio: o que você faz pelo seu?

Este ano tem sido muito desafiador. Por conta da pandemia, a sociedade necessitou de um distanciamento social. Além de estarmos longes, não sabemos muito sobre o vírus, os sintomas, o tratamento. A situação toda gerou uma pressão psicológica muito maior em todos nós. 

Neste momento de tantas incertezas, é preciso ter um equilíbrio emocional e pessoal. Mas como encontrar o equilíbrio? 

EQUILÍBRIO EMOCIONAL

As emoções fazem parte do ser humano, da humanidade de cada um. O lado emocional do cérebro humano age um pouco mais rápido do que o racional. Nós funcionamos da seguinte maneira: geramos um pensamento, vem um sentimento a respeito dele, e então, temos uma atitude.

Para haver o equilíbrio, os pensamentos precisam estar organizados, para que os sentimentos estejam também e seja possível ter o controle das atitudes. Essa ordem que o equilíbrio demanda, é necessária para conseguir gerenciar a vida.

Porém, em épocas difíceis, de incertezas, é mais difícil ter um grande controle emocional. É capaz de acabar falando sem pensar, magoar os outros, e a si mesmo. Nesse período, é normal - é até bom - ser um pouco introspectivo. Mas que esse processo seja para gerar mais autoconhecimento, pacificar os pensamentos, emoções, e refletir nas atitudes. 

COMO TER EQUILÍBRIO

Ter equilíbrio total não é uma tarefa fácil. É preciso passar por um processo de autoconhecimento que propicia a busca do equilíbrio pessoal. Passar pelas emoções é algo natural, e mesmo entre elas é necessário existir equilíbrio.

Todo mundo precisa ter momentos de tristeza para ter os de alegria; precisa sentir medo para saber sobre confiança. As emoções são para serem sentidas, vividas, e cada ciclo da vida pode ser identificado por uma - ou mais - delas.

Por estarmos em um período mais difícil, é mais do que necessária essa busca pelo equilíbrio. É muito fácil que a situação nos deixe tristes, mas precisamos encontrar a harmonia e, mesmo em um momento crítico, sentir alegrias e ter pequenas vitórias.

 

  • Afaste-se de notícias

Não significa que é para ficar desinformado. Durante a pandemia do novo coronavírus, pudemos ver diversas notícias sendo lançadas a cada momento. Por ser um algo que traz incerteza, é comum que a pessoa queira saber de tudo possível. Contudo, a imersão no assunto não faz tão bem. Até porque, no meio de tudo, existem fake news também.

Essa avalanche de informações diversas trouxe um mal-estar em muitos. Sentimentos como ansiedade, estresse, até crises de pânico foram notados. Por isso, profissionais da saúde aconselham a não ficar o tempo todo focado na doença. Se informe, mas periodicamente e através de fontes confiáveis. 

 

  • Olhe para o seu interior

O autoconhecimento é um processo muito importante do equilíbrio. Ao se conhecer, você consegue prever as atitudes que vai tomar em certas ocasiões geradas por pensamentos ou sentimentos. Isso é necessário para preparar formas de reação a determinadas situações. 

É importante olhar para si mesmo para entender seus limites, gatilhos, o que te deixa triste e o que te faz feliz. Se conscientizar de tudo isso agrega na sua inteligência emocional, e é um passo mais próximo do equilíbrio.

 

  • Evite o que te deixa para baixo

Ao se conhecer, é possível identificar alguns gatilhos mentais que fazem sentir tristeza. Em um período delicado, os assuntos que trazem esses gatilhos devem ser evitados. 

 

  • Faça coisas que te deixam bem

 

Tenha um momento consigo mesmo, desfrutando de sua companhia e das coisas que você gosta. Encontre uma atividade individual que promova o seu bem estar mental. 

Geralmente, atividades que envolvem “por a mão na massa”, como cozinhar, jardinagem, ajudam a desestressar enquanto manipulam os produtos. Mas não é por isso que você deve fazê-las. Faça algo que goste de verdade, que possa te distrair de tudo.

 

  • Tenha contato com quem você ama

Apesar de ainda existir o distanciamento, a medida é apenas física. Não é necessário fazer o distanciamento social, se isolando de todos. Mantenha contato com as pessoas que você se importa e que se importam com você. 

Hoje, após o momento mais tenso e crítico da pandemia, já pode-se achar diversas formas de compartilhar um momento a distância. Videochamadas, jogos em grupo, mandar um delivery são poucas das inúmeras maneiras de se manter conectado à pessoas sem estar no mesmo lugar. 

  • Faça aquilo que postergava

Sabe aquele livro que deixava para depois ou aquela série que você disse que ia assistir nas suas férias? Mesmo com a quarentena se acabando, ainda precisamos ficar em casa. Então, pode ser o momento de fazer todas essas coisas.

Aproveite que muitos serviços se disponibilizaram a distância. Talvez você consiga fazer um curso de um assunto que sempre quis, até mesmo aprender um novo idioma. Alguns profissionais da saúde indicam fazer coisas que sejam a médio e longo prazo. É uma medida para se manter ativo.  

 

  • Cuide da sua energia e vibração

O nosso equilíbrio emocional também pode depender do espiritual. Estamos passando por um momento muito pesado, o que pode afetar a energia de algumas pessoas. Tentar buscar o equilíbrio entre os corpos físico, mental e espiritual pode proporcionar um bem estar enorme emocional.

Se manter com vibrações boas pode ser feito, por exemplo, com Reiki  ou meditações. Para incrementar as intenções do direcionamento de energias e foco, é legal usar cristais que auxiliam nesse processo. 

 

  • Se necessário, busque ajuda profissional

Buscar pelo equilíbrio sozinho nem sempre é fácil. Por isso, existem diversos profissionais que possam te auxiliar neste processo. Não precisa se sentir desconfortável ou ter vergonha.

 

Existem inúmeras formas de buscar o equilíbrio. O importante é que você tenha seu processo individual de autoconhecimento e formas de aplicar a sua inteligência emocional. Conta aqui nos comentários como você lida com tudo isso.