Como pedras e cristais podem mudar o seu look

As cores podem ser usadas para nos expressarmos, usamos as cores que queremos refletir para o mundo.  Na moda, temos algumas estratégias para combiná-las. Para ter uma harmonia, podemos tanto usar cores semelhantes como as que contrastam.

Usar cristais para alinhar as vibrações pessoais ou de um ambiente são técnicas que são muito conhecidas e praticadas. Mas podemos combinar o equilíbrio energético através dos acessórios com as roupas.

De uma  produção mais básica até uma elaborada podem ser valorizadas com cristais. Brincos, colares, pulseiras de cristais podem ser usados com harmonia. 

Mas como fazer isso? 

Cristais Azuis 

Por ser uma cor ligada à água, é uma ótima escolha para o verão. É a cor relacionada ao Chakra frontal, e os cristais dessa cor podem estimular o bom humor, a comunicação, e a criatividade. Pontos que tem tudo a ver com a estação.

Ideal para quem gosta de roupas que transmitem pureza e frescor. Combina com jeans, roupas vermelho e rosa.

Uma dica é usar um acessório com Lápis-lazúli em um dia que precise fazer uma apresentação oral importante, por exemplo. A pedra pode impulsionar a autoconfiança, influenciar positivamente na intelectualidade e afastar energias negativas.

A Crisocola está altamente ligada aos ciclos femininos. Ela auxilia expor opiniões e valores com sensibilidade. Talvez a melhor escolha seja usá-la com tons vermelho.

Cristais Roxos 

Cristais Roxos geralmente são usados para despertar nosso lado espiritual e auxiliam no processo de meditação. O ideal é usar com roupas leves. Pode ser combinado com peças laranja, cinza, branco, azul e amarelo.

A Ametista é conhecida por ser a pedra do autodomínio, atuando com o propósito de relaxamento e trazendo calma. Perfeita para dias mais introspectivos, pois ameniza raiva, medo e ansiedade, trazendo estabilidade de pensamento.

Cristais Rosas

Os tons de rosa, geralmente, são próximos ao roxo. Se encararmos o mapa dos Chakras, estão perto um do outro. Por isso, os cristais dessas cores costumam trazer benefícios semelhantes.

O Quartzo-rosa pode ser usado para dias que precisam de um up na autoestima, porque ele impulsiona o amor próprio.  Diminui sentimentos agressivos e estados depressivos. Além de liberar as mágoas do coração, auxiliando em crises emocionais. 

quartzo_rosa_Blog_terracota

Cristais Verdes 

Se a ideia é causar impacto visual aposte nos acessórios com tons verdes combinado às suas cores complementares, como o rosa, o vermelho e o laranja. Para dar uma valorizada em looks mais sérios e sofisticados, combine o verde a tons neutros como o branco e o preto.

São ideais para usar quando se precisa de paz e tranquilidade. A Amazonita, por exemplo, é um forte catalisador de energias positivas. Usar em acessórios como um amuleto pode ajudar a controlar o estresse e ampliar a criatividade. 

Aproveitando que Esmeralda é a pedra do ano de 2020, pode ser uma boa hora para combiná-la nos seus looks. É uma pedra que trabalha o alinhamento energético de todo o corpo.

Cristais Amarelos

Amarelo é a cor que remete ao sol. Cor alinhada ao Chakra do plexo solar. Cristais como o Citrino podem ser usados como protetores áuricos, causando sensações de leveza e alegria. O próprio Citrino pode ser usado para atrair riqueza e prosperidade.

Para compor looks, é interessante apostar em peças laranjas, caso queira deixar o acessório mais discreto. Se a intenção for dar destaque, pode usar com roupas rosa bebê ou lilás.

Cristais Pretos 

Cristais pretos podem participar de diversas composições. Cristais dessa cor (ou ausência de cor, como preferir) podem atrair as vibrações negativas para dissipá-las. São boas de usar em dias ou épocas que você precisa de uma cura. A energia delas focam para a parte que precisa de paz, e impedem que impurezas astrais se acumulem. Podem trazer sentimentos de precisão e realidade.

Para não pesar, podemos agregar um acessório com uma Ônix, por exemplo, com roupas beges. Outra opção legal é colocar algo de Turmalina negra com tons mais claros de marrom.

Ideal para quem prefere um look mais clean.

Se quiser um pouco mais de destaque, combine com roupas verdes, de preferência no tom bandeira.

O legal é que além de combinar com suas roupas, você pode usar cada cor de cristal com um propósito. A sua energia e o que deseja para o dia podem te guiar para se vestir e complementar o visual levando os cristais como amuletos em brincos ou colares. Ao ficar perto e usar no corpo, as energias trabalham positivamente no seu campo de energia pessoal.

Independente das dicas que demos, você é livre para compor seu look do jeito que quiser. Não há regras para o uso de roupas e acessórios. Faça do jeito que te deixe mais feliz.

Mas diz aqui nos comentários: como você gosta de usar?


Cinco formas de usar pedras e cristais no seu dia

É de conhecimento comum na medicina oriental já há muitos anos que as pedras e cristais possuem sua própria energia e que podem ser usados em tratamentos alternativos para a saúde mental e física, purificação do ambiente, energização e até equilíbrio de sentimentos e sensações.

Elas são ótimas alternativas para quem deseja ter mais equilíbrio emocional e bem estar e podem ser usadas de diversas formas para isso. E para te ajudar a usá-las, nós listamos cinco maneiras de utilizar as pedras no seu dia:

  • MEDITAÇÃO

Os cristais são excelentes para serem utilizados durante a meditação, já que eles ajudam na busca da clareza nos objetivos, equilíbrio, e trazem uma energia própria, que pode facilitar a meditação. A Amazonita, por exemplo, ajuda na concentração, facilitando a prática.

 

Você também pode usar outros cristais quando tiver outros intuitos na meditação, como por exemplo o Quartzo Rosa, que promove a abertura do Chakra Cardíaco – que oferece estabilidade e confiança. Ou a Ametista, que tem o potencial de diminuir a ansiedade e quando posta sobre o Chakra Frontal favorece um estado de meditação profunda.

Então quando você for escolher qual cristal usar durante seu período de prática meditativa, tenha muito claro em sua mente qual sua intenção e o que você deseja com esta prática. Assim você entenderá qual a melhor pedra para usar no seu caso e o que você deve mentalizar durante a meditação.

É recomendável também carregar este cristal após o final da prática, principalmente pelo fato de que ele funcionará como um lembrete do seu objetivo. Ele também ressoará na frequência sintonizada na meditação, o que facilitará seu dia a dia, propiciando o estado de mente proposto durante a sua prática.

  • DECORAÇÃO

Pedras são muito belas e já têm uma predisposição para serem usadas na decoração de diversos ambientes devido sua fácil composição. Mas além de serem apenas objetos decorativos, os cristais possuem a função de energizar o ambiente, sendo ideais para estabelecer a atmosfera desejada em cada cômodo da sua casa.

Como exemplo, você pode colocar uma pedra Ametista em seu quarto, ela terá a função de pacificar o ambiente por meio de suas energias, diminuindo o estresse e a ansiedade e proporcionando um sono tranquilo e revigorante. Outra possibilidade é usar uma pedra ligada a proteção e que tenha a função de filtrar energias baixas na entrada da sua casa, isso ajuda a balancear as energias trazidas de fora e por pessoas estranhas, sendo o Ônix ótimo para isso.

Portanto, para escolher a pedra ideal para o lugar desejado, entenda quais tipos de energia passam por aquele local e qual pedra é necessária para equilibrar o ambiente. Além disso, lembre-se que não é bom sair espalhando pedras por todos os lugares, por isso, utilize no máximo três em cada espaço. O acúmulo de gemas pode causar um conflito em suas ondas energéticas, impedindo a conexão com elas.

  • ACESSÓRIO

Provavelmente uma das formas mais comuns de se usar pedras e cristais é em acessórios, como colares, brincos, pulseiras e anéis. E o motivo para isso é óbvio, por serem joias muito belas e que se integram de forma perfeita com diversos looks e composições de visual. Mas além disso elas carregam consigo um forte significado e energia.

Assim, você pode utilizar esses acessórios não apenas pelo seu visual mas também pelo poder da pedra. Pense sobre sua intenção quando for utilizar o cristal como acessório, tal atitude facilitará sua conexão com a gema e propiciará uma ação mais eficiente dele durante o seu cotidiano. Além disso, para potencializar o efeito da pedra, conecte-se com ela no começo do dia e para isso faça um pequeno exercício de meditação segurando ela na mão ou posicioná-la no ponto de Chakra no qual você mais necessita, basta alguns momentos para melhorar ainda mais sua experiência.

  • NO TRABALHO

Você já sabe que os cristais podem ser ótimos para melhorar a energia dos ambientes de sua casa e o mesmo pode ser aplicado no seu ambiente profissional. Normalmente o trabalho pode ser muito estressante e com energias carregadas, mas um cristal, como a Ametista ou Cristal de Quartzo podem prover um ambiente pacífico e harmônico para que você consiga se concentrar e sentir leveza no trabalho.

Existem também cristais que podem ajudar a aumentar o foco no escritório, como a Amazonita ou a Lápis Lazúli, que promovem equilíbrio emocional e saúde mental. Portanto, entenda qual sua necessidade e veja qual a melhor pedra para usar em seu trabalho, lembrando que você pode colocá-las em cima da mesa ou dentro da gaveta.

  • BANHEIRAS

Se você tiver a possibilidade de tomar um banho de banheira ou hidromassagem, utilize as pedras nele! Para isso, coloque elas alguns minutos antes na água para energizá-la, sendo que neste caso, você pode colocar mais de um cristal. 

Você pode fazer várias combinações e testá-las em seu banho! Ah, lembre se também de verificar se a pedra que você quer utilizar pode ir na água.

Os cristais possuem energias e segredos únicos, cada um carrega um propósito e ajuda em algum aspecto da sua vida, e você pode usá-los de diversas formas. Se você procura cristais em lindas joias, nós da Terracota Elements teremos o prazer de te ajudar! Já conhece o nosso site?


Por onde começar a meditação?

Meditar é sem dúvidas uma das práticas mais simples e benéficas que qualquer pessoa pode fazer. A meditação consiste basicamente em ficar alguns minutos do seu dia sem nenhuma distração ou estímulo externo, concentrado em algo fixamente, sem interrupções (de preferência). 

A meditação

O ato de meditar vem sido estudado pelo ciência e medicina ocidental – principalmente por neurocientistas – há alguns anos. Já as culturas orientais possuem experiência de milhares de anos com esta prática, sendo que os primeiro indicativos da meditação surgem há cerca de 5 mil anos antes de Cristo, nos Vedas (escrituras sagradas) hinduístas.

Ainda sim, é muito interessante ver o que os estudos científicos revelaram sobre essa prática. De acordo com as pesquisas, a meditação pode ser enquadrada em um modelo de tratamento complementar para a ansiedade, depressão e para dores crônicas.

Já quando falamos da parte espiritual, a meditação é uma das formas de chegar ao nosso eu superior (a iluminação) e se livrar completamente do sofrimento (Samsara), atingindo o Nirvana.

Lembrando que quando falamos em Nirvana e Samsara não nos referimos a lugares específicos, como o céu e o inferno da cultura cristã, mas sim a estados de espírito e mente, ou seja, quando atingimos o Nirvana.

Não significa que o que nos causa sofrimento some, mas sim, representa um estado espiritual e mental tão elevado que as coisas que nos causam sofrimento não nos atingem mais da mesma forma, ou seja, o objeto da aflição não muda, mas sim nossa mente e espírito e como vemos ele.

É interessante quando colocamos os estudos da cultura ocidental e a filosofia oriental lado a lado e vemos como ambos conversam e se complementam.

E são por estes motivos e muitos outros que consideramos a meditação uma prática tão importante e que deve ser pelo menos “provada” por todo mundo!

Se você está aqui, é porque provavelmente quer começar a meditar, mas não sabe bem como. No começo, pode ser difícil mesmo, mas você vai pegando o jeito.

É só seguir os seguintes passos.

1. Reserve um tempo

É muito importante que você reserve um pequeno tempo do seu dia para a prática da meditação, você pode começar com períodos curtos, como 5 ou 10 minutos e ir aumentando o tempo gradativamente, conforme avançar na técnica.

O período mais recomendado para a meditação é durante o nascer ou o pôr do Sol, isso porque nestes períodos o fluxo de energia é maior, contudo, você também pode praticar depois de acordar ou antes de dormir, para dar concentração e calma para o dia ou para te ajudar a dormir melhor.

2. Escolha um lugar calmo

A meditação consiste em escolher um objeto ou ação para se concentrar (abordaremos isso mais a fundo em um próximo tópico), então, é importante que você consiga encontrar um lugar calmo e sem intrusões, como sons, imagens, cheiros ou qualquer outra coisa que possa te distrair.

Sabemos que essa não é a coisa mais fácil do mundo, dependendo da situação de cada pessoa, contudo, é importante tentar se resguardar de possíveis intrusões durante a sua prática, isso te estressará menos e tornará a meditação mais fácil, agradável e relaxante.

3. Fique em uma postura confortável

Estamos acostumados a ver imagens de pessoas meditando na posição de lótus, ou seja, com as pernas cruzadas e com os pés em cima delas, contudo, essa não é a única forma possível de meditar, existem diversas outras, sendo que é possível meditar em uma posição de semi lótus (ou seja, apenas com um pé em cima de uma das pernas), na posição birmanesa (com ambos os pés em contato com o chão, com uma perna em frente a outra), em uma cadeira ou até mesmo deitado, de barriga para cima. 

Todas as posições são eficientes e atingem o mesmo propósito, portanto é interessante ir tentando encontrar a que você se sente melhor.

Além disso, é importante que quando você for meditar, se alongue primeiro, isso evita dores musculares e possíveis lesões.

4. Controle sua respiração

A respiração é uma possibilidade de foco de atenção durante a meditação, mas, mesmo que não seja o seu foco, é importante que você saiba como respirar durante a prática.

O fundamental neste ponto, é que você inspire e expire pelo nariz, levemente, sem grandes esforços, expirando por períodos maiores do que inspirando e relaxando conforme se faz cada expiração.

5. Concentre sua atenção em algo

Como dito no ponto anterior, a respiração pode ser um dos possíveis pontos de atenção durante a meditação, contudo, existem outras possibilidades, vamos listar algumas que facilitem o início da sua meditação:

  1. Respiração: este é o ponto de foco mais comum durante a meditação, para fazê-lo, você pode se concentrar em dois possíveis pontos, em seu abdômen e no movimento que ele faz enquanto inspira e expira (lembrando que o ideal é fazer uma respiração abdominal, na qual você sinta que sua barriga está sendo “preenchida” pelo ar) ou no seu nariz e na sensação que o ar proporciona enquanto passa por ele.
  2. Música e Mantra: esta é uma boa forma de se concentrar usando o áudio. Escolha músicas leves, relaxantes, ou mantras com bons dizerem, como o “Om mani padme hum”, que é o mantra da compaixão, uma mensagem preciosa e com uma energia amorosa e apaziguadora.
  3. Vela: a vela é um bom foco visual para se concentrar, sua chama prende a atenção e faz nos lembrar de sempre voltar ao agora. Ideal para pessoas mais visuais.
  4. Meditação guiada: na internet existem diversos vídeos e áudios de meditação guiada, eles são ótimos para começar, sendo que com eles, você consegue aprender muito bem sobre a técnica e também é relembrado recorrentemente da meditação, sendo ideal para aqueles dias em que você está avoado.

6. Não alimente as distrações

Meditação na língua pali significa “cultivar” ou “lembra”, isso se aplica muito bem para a forma como devemos agir quando nos distraímos durante a prática, a ideia é sempre que se lembre de voltar ao agora e cultive uma atenção cada vez maior no seu ponto de foco. 

Portanto, não existe nenhum problema em ser levado por pensamentos ou resmungar mentalmente após escutar um barulho, o importante é que você se lembre de voltar ao agora e não alimentar as distrações, ou seja, não deixe que aquele pensamento te leve para lugares distantes ou que aquele barulhinho te tire do sério, o importante é deixar o pensamento ou o sentimento passar, sem julgá-lo, e voltar ao seu ponto de concentração.

Os benefícios

A meditação é uma prática incrível que trará diversos benefícios para sua saúde física e para sua saúde mental, te tornará uma pessoa mais paciente, compreensiva, empática e feliz.

Portanto, incentivamos fortemente que você tente realizar essa prática tão benéfica e positiva (para você e para todos os que estão a sua volta). E se você estiver tendo dificuldade, existem formas de melhorar sua concentração, como acender um incenso para energizar o ambiente ou utilizar cristais que ajudam na concentração, como a amazonita por exemplo. 

Esperamos sinceramente que este texto possa te ajudar a dar o primeiro passo com essa prática e desejamos a você bem-estar, prosperidade e a felicidade verdadeira!

Namastê.